SINCOR-PR
Rua Dr. Reynaldo Machado, 1309 - Bairro - Prado Velho
CEP: 80215-010 - Fone (41) 3213-9999 - Fax (41) 3213-9998
Curitiba PR

NOTÍCIAS

SINCOR-PR continua acompanhando de perto o projeto do Supersimples em Brasília

Postado em: Qua, 21 de Maio de 2014   19:38

O presidente do SINCOR-PR, José Antonio de Castro, tem acompanhado de perto o andamento do projeto que inclui os Corretores de Seguros no Supersimples, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Na semana passada foi desencadeada uma campanha entre os profissionais da categoria, liderada pelo Sindicato, para que todos enviassem e-mails para os parlamentares do Paraná. A iniciativa deu resultados, já que muitos parlamentares confirmaram o recebimento das mensagens.

Em Brasília, o presidente percorreu o gabinete de diversos deputados federais pelo Paraná, dentre eles Alex Canziani (PTB), Florisvaldo Fier, o Dr. Rosinha (PT) e Osmar Serráglio (PMDB). E ainda viabilizou que o deputado Fernando Giacobo (PR), se encontre com o deputado Armando Vergílio (SD/GO), que representa os Corretores de Seguros, para troca de informações. Houve contatos ainda com Eduardo Sciarra (PSD) e Abelardo Lupion (DEM).

Esta semana o Plenário da Câmara voltará a analisar modificações no projeto, que trata do regime simplificado de tributação das microempresas. Esses itens estarão na pauta de sessão extraordinária na quarta-feira (21).

Depois de análises na semana passada, o projeto original, o PLP 221/12, sofreu alterações. Os pontos que mais interessam aos Corretores de Seguros agora ficaram estabelecidos na aglutinativa 1, que é uma espécie de emenda que funde textos de outras emendas.

Na emenda 6, por exemplo, que é de autoria do deputado Armando Vergílio, inclui os Corretores de Seguros na tabela III, a mais vantajosa para a categoria. Há também o destaque 22, que na emenda 18 proporciona 20% de desconto na tabela 6.

Segundo o texto-base aprovado até o momento, o do último dia 7, do deputado Cláudio Puty (PT-BA), a nova tabela tem variações de alíquotas de impostos de 16,9% a 22,45%.

Veja fotos do presidente com alguns parlamentares.



Picasa Facebook Twitter Youtube