SINCOR-PR
Rua Dr. Reynaldo Machado, 1309 - Bairro - Prado Velho
CEP: 80215-010 - Fone (41) 3213-9999 - Fax (41) 3213-9998
Curitiba PR

NOTÍCIAS

Nível elevado e busca por soluções conjuntas marcam 4.º ECOS em Ponta Grossa

Postado em: Sex, 21 de Março de 2014   17:31

O SINCOR-PR realizou na quinta-feira (20) em Ponta Grossa o 4.º Encontro de Corretores e Seguradores do Paraná (ECOS), que teve em paralelo o Fórum Regional DPVAT. Para os participantes o nível elevado dos questionamentos e a busca conjunta por soluções aos problemas que atingem o mercado foram a tônica do evento.

Para o Corretor de Seguros de Ponta Grossa Heraldo Emiliano Ferigotti Júnior não houve polêmicas e o que se viu foram debates produtivos. “E ainda foi possível sair daqui com boas perspectivas para os negócios”, disse ele.

Durante o sorteio de brindes, Heraldo ganhou um voucher para participar do 19.º Congresso Nacional, que será realizado em Foz do Iguaçu, em 2015, com despesas pagas de inscrição e hospedagem. “Foi ótimo, pois já tinha me programado para ir e agora ficou mais fácil”.

Quem também gostou do resultado do ECOS foi o Corretor de Seguros de Castro, José Admir de Lara, que recentemente foi submetido a uma cirurgia cardíaca. “Vir para este encontro foi minha primeira atividade profissional, nesse período de recuperação, e gostei demais. Passar o dia aqui foi muito produtivo, principalmente porque as discussões foram norteadas pelo resultado da pesquisa feita antecipadamente pelo SINCOR-PR”.

A pesquisa foi coordenada pelo professor da FUNENSEG, Maurício Tadeu Barros Morais, que mediou os painéis do 4.º ECOS. Um questionário elaborado por ele e pela equipe do Sindicato ficou à disposição dos Corretores no site e as respostas enviadas, juntamente com uma discussão prévia, feita na véspera do evento com alguns profissionais, balizaram as colocações feitas durante o encontro, que reuniu representantes de dez seguradoras e um número significativo de Corretores, embora fosse esperada uma participação maior.
O delegado do SINCOR-PR em Ponta Grossa, José Bento Ferreira Ribas, destaca que a estrutura montada “foi maravilhosa” e as pautas e temas abordados eram pertinentes à classe, atualizados e diziam muito para os profissionais da região. “Uma pena que não houve uma participação maciça, pois aqui foi o momento de dialogar, trocar ideias e buscar soluções. Muitos reclamam, mas no momento de participar não prestigiam o esforço do Sindicato”.

Edson José Koslosky, de Palmeira, a cerca de 40 quilômetros de Ponta Grossa, destaca que quem não veio perdeu ótimas oportunidades. “É a chance de falarmos diretamente com as seguradoras com as quais trabalhamos, tirar dúvidas e interagir”, disse. “Este é o canal”, complementa.

De acordo com Gustavo Dória Filho, do site CQCS, o 4.º ECOS o encantou. “Esse modelo novo, de trazer para as discussões o que foi levantado nesta pesquisa prévia, com certeza irá servir de modelo para o Brasil, pois isso foca nas necessidades dos Corretores de Seguros e dá um referencial para as seguradoras. Além disso, o positivismo das colocações feitas mostra que todos estão interessados em encontrar soluções que possam melhorar ainda mais o mercado. Toda a equipe comandada pelo presidente José Antonio de Castro está de parabéns”.

O presidente do SINDSEG-PR/MS, Ramiro Fernandes Dias, também destacou o evento. “Fiquei impressionado com o amadurecimento e as boas colocações dos Corretores de Seguros. Fiz muitas anotações e faremos nosso dever de casa. Passarei um relatório de tudo às seguradoras, para que elas também possam realizar as suas tarefas”.

Na opinião de Humberto de Mattos Carrilho, Superintendente de Inovação e Suporte a Vendas da Bradesco Seguros, as propostas e sugestões apresentadas no 4.º ECOS serão tratadas por um comitê interno da seguradora, que elenca quais são prioritárias e como as demais podem ou não ser implementadas. “Tudo é avaliado”, destaca, observando que o evento do SINCOR-PR mais uma vez surpreendeu pelo conteúdo.

Fábio Leme, diretor de Automóveis da HDI Seguros, observa que saiu cheio de dicas de melhorias para a seguradora, algumas para curto e outras para longo prazos. “Tudo foi muito produtivo”, considera.

Vladimir Breus, gestor da filial Ponta Grossa da Marítima/Yasuda Seguros, salienta que as observações foram muito importantes para as seguradoras, mas que o Corretor de Seguros também deve ficar atento a tudo que foi dito, principalmente quanto ao fato de que para trabalhar com seguro de pessoas (um dos temas tratados no evento), principalmente Vida, é preciso disciplina, foco e gerenciamento. “O Corretor não pode ser atropelado pela falta de tempo, sendo demandado por outros produtos”.

Para Ricardo José Iglesias Teixeira, presidente da Centauro Vida e Previdência, é preciso ir além, se o objetivo é vender Vida. “É preciso oferecer. Vida não é como outros produtos, como RE, que vêm até o Corretor. E se o Corretor não fizer isso outros farão, como bancos e comércio varejista. Hoje já não há mais espaço que não possa ser ocupado”, adverte.

Ricardo Iglesias diz que poucos profissionais trabalham com Vida porque, em alguns casos, há desconhecimento do produto. “Hoje os produtos dessa linha estão ficando mais complexos, como os Universal Life, e quem quiser trabalhar com isso terá de se especializar.

Segundo José Luiz Lopes Fontes, superintendente da Bradesco Seguros, o Corretor que vende RE pode trabalhar com Vida sem nenhum problema. “A carteira de clientes do Corretor é um organismo vivo. E é preciso diversificá-la”. Mas ele reconhece que alguns Corretores não se sentem à vontade para fazer isso. “Muitas vezes é porque não se conhece o produto. Então é preciso muito treinamento”, considera.

O presidente do SINCOR-PR, José Antonio de Castro, destaca que o 4.º ECOS cumpriu seu objetivo e foi muito enriquecedor para todos que dele participaram. “Foi um momento de, seguradores e Corretores, buscarem soluções conjuntas que possam engrandecer o nosso mercado. Adotamos um sistema novo em Ponta Grossa, de se fazer uma pesquisa prévia de temas importantes para levar às discussões. É um modelo que pretendemos aplicar em todo o estado, cujos resultados com certeza irão colaborar para um melhor desempenho do mercado”.

O ECOS, cujo tema escolhido para esse ciclo é “Produtividade + Rentabilidade = Excelência”, abordou outros assuntos em Ponta Grossa, como RE (serviços terceirizados) e Produtividade. Um dos destaques foi a apresentação de um levantamento, feito pela coordenadora de seguro auto do SINCOR-PR, Cintia Izidoro, que em breve estará à disposição dos Corretores. Da diretoria também estiveram presentes ao encontro os diretores Pedro Eyng, Paulo Baena e Luiz Antonio Abib.

O patrocínio do evento foi da Bradesco Seguros, HDI Seguros, Centauro Vida e Previdência, Marítima/Yasuda Seguros, Porto Seguro/Itaú Auto e Residência/Azul Seguros, MetLife e Zurich Seguros. O apoio foi do SINDSEG-PR/MS, FENACOR E FUNENSEG.

Veja as fotos do 4.º ECOS.



Picasa Facebook Twitter Youtube